Anankê – Há 27 anos promovendo a saúde mental em Brasília 

Endereço:

SCRLN 712/713 Bloco C, Lojas 4 e 5 Brasília-DF CEP: 70.760-630

Ambulatório

 

Apresentação

O ambulatório de psiquiatria e psicoterapia do Anankê destina-se a pessoas que possuem condições mínimas de sustentação de suas subjetividades, que lhes permitem maior ancoramento na vida familiar e social.

Orienta-se pelos mesmos princípios dos outros serviços oferecidos por esta Instituição: o tratamento como acolhimento da diferença e a disponibilidade de escuta que resulte na elaboração dos conflitos.

 

Público Alvo

Crianças, adolescentes e adultos que apresentam conflitos e distúrbios psíquicos, mas que não necessitam de cuidados intensivos.

 

Objetivos

  • Prestar atendimento psiquiátrico e psicoterápico através de consultas individuais e de trabalho grupal.
  • Viabilizar continuidade no tratamento de pacientes que, tendo passado por outros espaços clínicos da Instituição, não necessitam de tratamento intensivo no momento.
  • Promover articulação entre os demais serviços oferecidos pelo Anankê para que não se perca a organicidade e a unicidade das intervenções clínicas.

 

Como Funciona

As primeiras consultas que aqui como nas demais unidades são denominadas de acolhimento, são realizadas pela equipe de acolhimento que se reúne semanalmente com a coordenação clínica deste serviço.

Nestas reuniões realiza-se avaliação preliminar dos casos acolhidos e indica-se o terapeuta que fará o seguimento psicoterápico.

Alguns pacientes poderão ser indicados a fazer acompanhamento psiquiátrico e psicoterápico individual, enquanto outros poderão realizar apenas um dos dois tipos de acompanhamento. Certos pacientes serão encaminhados para acompanhamento psicoterápico grupal que pode estar associado ou não ao acompanhamento psiquiátrico.

A psicoterapia individual desenvolve-se em sessões semanais com duração de aproximadamente 40 minutos cada.

A psicoterapia de grupo, aqui entendida como um dispositivo clínico que promove um leque variado de transferências, de possibilidades de identificação e de trocas sociais, pode ser o recurso terapêutico mais adequado em determinados casos.

Os grupos são coordenados por dois terapeutas e têm sessões semanais com duração de uma hora e meia, aproximadamente.

Destaca-se a importância das articulações com os demais serviços oferecidos pelo Anankê e por outras instituições às quais o paciente possa estar ligado, como forma de garantir continuidade e unicidade na direção dos tratamentos.

 

A Equipe

É formada por psiquiatras e psicólogos com experiência em saúde mental. Os espaços de supervisão e coordenação são essenciais para permitir a elaboração teórico-clínica e as trocas necessárias para a boa condução dos tratamentos.

 

 

Nossos serviços ambulatoriais

Avaliação

Psicoterapia Individual

Psicoterapia Infantil

Psicoterapia Casal

Psicoterapia Grupo

Psicoterapia Familiar

Acompanhamento Terapêutico

 

Apresentação

O Acompanhamento Terapêutico é um dispositivo clínico habitualmente utilizado no tratamento de pacientes com graves distúrbios psíquicos.

Proporciona a extensão dos cuidados para além dos limites institucionais, outras vezes, é a única forma de tratamento possível para construir as condições necessárias ao engajamento posterior do paciente em uma rede de atendimento.

As indicações para acompanhamento terapêutico estão relacionadas às dificuldades que tanto podem referir-se à impossibilidade de vinculação a um tratamento, como às limitações das famílias em proporcionar os cuidados necessários em situações de crise e risco.

Nestas circunstâncias o objetivo principal é evitar internações desnecessárias. A indicação pode ocorrer ainda como medida de apoio ao paciente em suas iniciativas de reintegração social e de autonomia.

 

Público Alvo

  • Pacientes com distúrbios psíquicos severos: psicoses, neuroses graves, depressões graves, risco de suicídio, síndromes do pânico, distúrbios alimentares, quadros limítrofes, demências, dentre outros.
  • Pacientes crônicos que apresentam isolamento e empobrecimento da vida afetiva e social.

 

Objetivos

  • Promover autonomia de pacientes com graves distúrbios psíquicos.
  • Possibilitar maior circulação destes pacientes fora do ambiente institucional e familiar, bem como, novas oportunidades de relacionamentos interpessoais.
  • Viabilizar a inserção de pacientes resistentes ao tratamento em uma rede de atendimento.
  • Oferecer suporte aos “projetos” dos pacientes, auxiliando-os inclusive na descoberta destes projetos.
  • Evitar internações, ou quando estas forem inevitáveis, torná-las mais breves, mais produtivas e menos traumáticas.
  • Intervir nas situações de conflito entre o paciente e sua família em busca de uma resolução pelo diálogo e por ações mais assertivas.

 

Como Funciona

A intervenção clínica no acompanhamento terapêutico é feita individualmente ou em grupo, em situações emergenciais, durante a crise ou fora dela. Nas crises e emergências a indicação de acompanhamento é individual. A forma de atendimento é intensiva como alternativa à internação.

Nas situações em que a internação é inevitável o acompanhamento pode ocorrer dentro da Instituição. Quando o paciente não se encontra em crise o trabalho pode se realizar tanto individualmente quanto em grupo.

A Equipe

A ATA - Acompanhantes Terapêuticos do Anankê - é composta por profissionais de nível superior, em sua maioria psicólogos, com experiência em saúde mental e formação específica em Acompanhamento Terapêutico. Esta formação se dá através de cursos oferecidos pelo Anankê. A equipe é acompanhada sistematicamente através de supervisões e reuniões semanais.